Media  |
Fale  |

SHOWROOM DUMMIES

O INCRÍVEL HULK


A série mais querida dos anos 80

O Incrível Hulk foi um seriado inesquecível que conquistou milhões de fãs de todo o mundo. A série se caracteriza por uma grande originalidade - o herói da série pela primeira vez era assustador quando se transformava em herói, fato quase inédito na história da TV/cinema. Ele era fisicamente o anti-herói. Contra todas os padrões e modas de herói, era a série mais 'alternativa' da década. Exatamente ao contrário do Clark Kent que só virava objeto de desejo de Lois Lane quando se transformava no Superman, ou ainda o Homem Aranha que virava o ídolo. O Hulk era exatamente o contrário. As garotas se apaixonavam pelo personagem e se assustavam com o herói, feio, gigante, assustador, e perseguido pelos seus 'bons atos', quando se transformava era chamado de monstro e caçado. As mesmas garotas que ele teve o 'azar' de perder todas em todos os episódios... o mocinho sempre se dá mal. Antagônico aos padrões. Não era condecorado, ou adorado pelo povo e governantes.

Mas a originalidade não pára aí. Ele também nunca se transforma, só porque quer, na hora quiser. Não é alguém que entra numa cabine e sai 1000 vezes mais forte, porque aperta um botãozinho, ou porque deu 360º na cabine telefônica. É uma ficção, que usava de alguma a ciência para a explicação dos fatos... o que sempre me atraiu em qualquer ficção de cinema ou séries.

O Hulk da série era um médico, David Bruce Banner, (nos quadrinhos era Robert Bruce Banner), que no episódio piloto sofre um acidente junto com sua mulher. Ele consegue se retirar do carro que está virado, mas sua mulher continua presa nas ferragens e o carro prestes a explodir, ele tenta de toda forma com a máxima força virar o carro, mas não consegue. Ali começa a saga melancólica de nosso herói. Ao perder a esposa ele começa a procurar a explicação daquela força que todos nós temos nos momentos de aflição, desespero, perigo. Começa uma pesquisa incansável sobre essa força, e descobre que além da sensação de desespero, a emissão de raios gama combinada naqueles momentos, permitia essa força inexplicável até então. Resolve aplicar a si mesmo uma dose de raios gama. Mas após um erro no marcador do aparelho, sofre uma superexposição aos raios gama, e a partir daí não tem mais controle sobre seus momentos de aflição, desespero, perigo e nervosismo.

O Incrível Hulk era a série mais melancólica e apaixonante dos 80. Todos torcíamos por David Benner, e sempre aquele cena final, a mais marcante das séries dos 80, com aquela song pra lá de melancólica do Joseph Harnell, causava uma tristeza... Era o mais legal e melancólico seriado dos anos 80, quase gótico, não fosse a cor verde new wave do nosso herói... : )
.
Na primeira temporada tem vários episódios fenomenais, e alguns muito bem humorados, apesar de toda a situação triste, o Bill Bixby era comediante antes de fazer o Incrível Hulk, e ele não dispensa piadas interessantes e até sarcasmos em certos momentos... muito bom!

Tem um bem country (para mim é muito engraçado esse episódio, sei que este era para ser sério, mas eu eu ri muito), Never Give a Trucker an Even Break, que lembra muito o filme "O Encurralado" de 71, muito legal, mas bem... "baseado" no filme do Spielberg, e traz a nossa querida song numa versão adaptada para um estilo country (horrível! mais assustadora que o próprio Hulk), e a cena mais funny deste primeiro ano é quando ele tenta ligar para a polícia e acabam as fichas ele precisando ligar, a mulher fala: "você tem mais 25 centavos?" e ele já ficando verde e com os olhos já transformados responde "eu não tenho 25 centavos!!!", essa cena deve ter inspirado o filme Um Dia de Fúria... muito legal.
Talvez seja a base de uma campanha para não cobrarem ligações telefônicas de serviços essenciais, o que realmente eu também acho um absurdo, é o american way, até para ligar para bombeiros, polícia, para socorrer alguém, você tem pagar... é de ficar verde de raiva!

Well, pelo menos com o Hulk pudemos entender literalmente a expressão - ficou verde de raiva... tenho leve desconfiança que o termo tenha nascido com o nosso herói verde. Brian James would bill himself as Brion James by the time he made his signature appearance as the replicant Leon in the classic film Blade Runner. Joe Harnell

Não foi a única vez, em Alice in the Disco Land (Alice no país da Disco, uma alusão ao Alice no país das maravilhas que a garota cita várias vezes no episódio), a nossa música lenta e melancólica é transformada numa versão Disco... Isso mesmo. Bem Disco Music. Este deve ter sido o primeiro remix de música lenta da história... :)
Interesting! Muito interessante, apesar da surpresa hilariante quando ouvi as primeiras notas, assisti poucas semanas depois da versão country e achei muito funny. Alguém tem a versão Disco da música do Hulk? : )

Onde encontro? mp3? emule? soulseek?
quero baixar isso... : D

Outro detalhe muito interessante deste episódio é que o Brian James participa do episódio. Só um esforcinho para lembrar, vai. É o Leon, primeiro andróide a aparecer logo no começo do filme Blade Runner, ah vocês lembram dele vai...

Bom, mas voltando à história, a cada episódio, ele varia entre uma busca pela cura em uma cidade, com cientistas, médicos, índios, meditação, hipnose, e um passeio mesmo entre uma cidade e outra, neste caso apenas sofrendo as consequências da sua alteração. Enfrenta vários tipos de caçadores, caçadores profissionais, por hobby, por recompensa, e caçadores de história... afinal tem o mala do jornalista McGee, até ele foi salvo pelo Hulk.... até ele... perseguidor, o próprio que chega a ... a... apontar uma arma para Banner.. mas não terá graça se eu contar esta cena....

Bill Bixby, era um ótimo comediante, mas também muito bom em cenas emotivas. Uma das mais fortes e envolventes cenas, no episódio The Psychic, Benner, entra em desepero, e chora bastante... Bill Bixby aha-sa na interpretação, com certeza um dos melhores episódios da série... realizado na terceira temporada. David neste episódio está trabalhando numa mercearia, e é suspeito de ter assassinado um garoto, ele mesmo não sabe se o fez ou não. Logo após ver a notícia na TV, ele, que salvou tantos do suicídio, inclusive a Alice... ahhh nãoo vou contar todos os episódios... :)
Well, mas este é um dos mais emocionantes... David sobe na janela do apartamento e se prepara para se suicidar... e a garota, paranormal, tenta salvá-lo....

Annie: Suicídio não é a resposta. Isso não irá trazer o garoto de volta.
David: Não é suicídio. Isto é uma pena de morte... a criatura está em julgamento, eu serei o juiz e o júri... David Banner está morto. Estou tirando a vida de um fugitivo...

Realmente emotiva...e para variar melancólica... acho mesmo a série mais triste dos anos 80....

Bill Bixby, o David Benner, o Hulk magrinho de 1,75, morreu em 21 de novembro de 1993 de cancer de próstata. Trabalhou em algumas séries anteriores como 'meu querido marciano' - será q daí q tiraram a idéia do homem verde pra ele? Je ne sais pás, mas desconfio...

Bill era formado em dramaturgia, fez também o filme "Ilha da Fantasia", o filme, não a série que o filme gerou... Fez também parte da série Mágico, no estilo do genial Harry Houdini, tão bem lembrado também na música do Kon Kan. Trabalhou tambpem no filme 'Não Roubem o Meu Bebê'... o que pode tb ter gerado a idéia de um dos episódios onde, uma empresa especializada em vender bebês de mães desesperadas que não podem criar os filhos... ele descobre a trama, e neste episódio, mais do q em qualquer outro, acho que foi forçado ele não chamar a polícia e querer resolver com seus próprios meios... virando hulk....

Lou Ferrigno, nasceu em Nova Iorque em 1952, apesar do sobrenome italiano, muitos achavam que ele era italiano, teve uma infecção ainda na infância que o deixou com problemas de audição, com pouquíssima audição. Ele tinha acabado de ganhar o título mundial de fisioculturismo no ano anterior, que era o vice? Arnold Schwarzenegger, que foi o ator recusado para o papel, e ele mesmo indicou o campeão Ferrigno, que era mais forte e pesado. Lou foi o único a ganhar por duas vezes o título de Mr Universo. Lou também trabalhou em diversos filmes após o sucesso da série, fazendo até uma ponta no próprio filme Hulk (dos quadrinhos) lançado em 2003, fazendo papel de policial.

Enfim uma série apaixonante dos anos 80, provavelmente a mais bem produzida e adorada, além de uma das mais premiadas de toda a década.

   

Curiosidades:

Vocês repararam que a scalças e as camisas sempre rasgavam, mas na cintura nunca............... como???

Tem também uma lenda hilária... mas essa eu não posso confirmar, diria que assisti a quase todos episódios desde a época, mas não lembro de ter visto a lenda. Numa dessas dele ficar nervoso por pouca coisa, como a cabine telefônica, diz a lenda, que ele estava apertado... entrou num boteco... e foi ao banheiro.... advinhem.... foi lá e tals, mas não tinha papel.... aí.... well... ficou verde de raiva e começou a quebrar o bar..... well... não sei se é real, mas renderia uma boa piada.

Lou Ferrigno, também tinha muito bom humor, meio trágico mas tinha... Uma vez ele saiu do set de filmagem como Hulk transformado, só para fazer uma brincadeira, saiu todo verde. Well, aconteceu um engavetamento quando um motorista o viu no outro carro e entrou em desespero, achou que a série tinha virado real e saiu voando sem olhar para frente, só concentrado no Hulk... resultado... 3 acidentes na estrada.

O primeiro episódio em que lembro do Hulk falar é King of the Beach, isso só aconteceu no quarto ano, vale a pena conferir, mas ele só foi falar no quarto ano da temporada... é para ficar verde de raiva com o diretor mesmo!

Narração da abertura de série: "Doutor David Banner... Médico, cientista. Em busca da força que todos possuem, acaba recebendo uma dose maciça de raios gama e agora, quando se enfurece ou se sente ultrajado, se transforma e tem de enfrentar a sua maldição: o Incrível Hulk!"


Marcos Vicente

FICHA   

Criação

Stan Lee

Produção

Kenneth Johnson

Tema musical

Lance Rubin e Joe Harnell

Direção

Reza Badiyi, Bill Bixby

Narrador

Ted Cassidy

Escritores

Carol Baxter, Paul M. Belous, Chuck Bowman, Susan Woollen

ELENCO:

 

Bill Bixby

Dr. David Bruce Banner

Lou Ferrigno

Hulk

Jack Colvin

Jack McGee

Michael Santiago

Costa (14 episódios)

Episódio Piloto: 4 de novembro de 1977
Primeiro episódio na TV: 10 de março de 1978
Último:12 de maio de 1982 (EUA, no Brasil passou durante toda a primeira metade da década de 80 praticamente)
Número de episódios: 83 + 5 filmes
Tempo de duração (de cada episódio): 46 minutos



DADOS ÚTEIS:
(março de 2005)

No piloto da segunda temporada, Married, depois dividido em dois episódios para ser exibido, Mariette Hartley ganhou o Emmy de melhor atriz. Era a primeira vez que um seriado ganhava um prêmio deste. Antes apenas prêmios técnicos e de efeitos especiais, pela primeira um dos prêmios principais ia para um seriado!

Brenda Benet, ex-mulher de Bill Bixby, aparece no episódio Psychic, como Annie Caplan, a médium que descobre que o David é o Hulk.

 

Filmes da série

A Volta do Incrível Hulk (The Incredible Hulk Returns )
O Julgamento do Incrível Hulk (The Trial of the Incredible Hulk)
A morte do Incrível Hulk (The Death of the Incredible Hulk)

Todos os Episódios do Incrível Hulk:

Primeira temporada:

episódio 1: The Final Round
episódio 2: The Beast Within
episódio 3: Of Guilt, Models and Murder
episódio 4: Terror in Times Square
episódio 5: 747
episódio 6: The Hulk Breaks Las Vegas
episódio 7: Never Give a Trucker an Even Break
episódio 8: Life and Death
episódio 9: Earthquakes Happen
episódio 10: The Waterfront Story

Segunda temporada:

episódio 1 Married
episódio 2 The Antowuk Horror
episódio 3 Ricky
episódio 4 Rainbows End
episódio 5 A Child in Need
episódio 6 Another Path
episódio 7 Alice in Disco Land
episódio 8 Killer Instinct
episódio 9 Stop the Presses
episódio 10 Escape from Los Santos
episódio 11 Wildfire
episódio 12 A Solitary Place
episódio 13 Like a Brother
episódio 14 Haunted
episódio 15 Mystery Man- 1
episódio 16 Mystery Man- 2
episódio 17 The Disciple
episódio 18 No Escape
episódio 19 Kindred Spirits
episódio 20 The Confession
episódio 21 The Quiet Room
episódio 22 Vendetta Road

Terceira temporada:

episódio 1 Metamorphosis
episódio 2 Blind Rage
episódio 3 Brain Child The Slam
episódio 4 My Favourite Magician
episódio 5 Jake
episódio 6 Behind the Wheel
episódio 7 Homecoming
episódio 8 The Snare
episódio 9 Babalao
episódio 10 Captive Night
episódio 11 Broken Image
episódio 12 Proof Positive
episódio 13 Sideshow
episódio 14 Long Run Home
episódio 15 Falling Angels
episódio 16 The Lottery
episódio 17 The Psychic
episódio 18 A Rock and a Hard Place
episódio 19 Death Mask
episódio 20 Equinox
episódio 21 Nine Hours
episódio 22 On the Line

Quarta temporada:

episódio 1 Prometheus - 1
episódio 2 Prometheus - 2
episódio 3 Free Fall
episódio 4 Dark Side
episódio 5 Deep Shock
episódio 6 Bring Me the Head of the Hulk
episódio 7 Fast Lane
episódio 8 Good-bye Eddie Cain
episódio 9 King of the Beach
episódio 10 Wax Museum
episódio 11 East Winds
episódio 12 The First - 1
episódio 13 The First - 2
episódio 14 The harder they Fall
episódio 15 Interview With the Hulk
episódio 16 Half Nelson
episódio 17 Danny
episódio 18 Patterns

Quinta Temporada:

episódio 1 The Phenom
episódio 2 Two Godmothers
episódio 3 Veteran
episódio 4 Sanctuary
episódio 5 Triangle
episódio 6 Slaves
episódio 7 A Minor Problem



voltar