Media  |
Fale  |

Antenna
Por onde anda o Patrick Hernandez?


Em 2009

Em 1979

Prá vc poder lembrar quem foi este cantor, a maneira mais fácil é dizer “Born To Be Alive”!

Este foi o grande sucesso deste cantor Francês, que nasceu numa pequena vila em Paris (na época todo mundo pensava que ele era de algum país de língua espanhola), e estourou com este single no final de época das Grandes Discotecas (lançado em Novembro de 1978), e que teve uma grande influência nas pistas de dança no começo dos anos 80, quando este som chegou aqui pelas pistas do Brasil.

Ele cresceu nos anos 60 interessado por música, filho de um pai Espanhol, e uma mãe Meia Austríaca e Meia Italiana. Boa mistura!

Em 1978 ele conheceu o produtor Jean Vanloo, que estava totalmente inserido na Disco Music, e Hernandez decidiu tentar trabalhar junto com ele, e deu muito certo!

Logo após o lançamento do single “Born to be Alive”, ele já ganhou o primeiro Disco de Ouro Italiano, em Janeiro de 1979. O sucesso veio de repente, e a turnê nos países da Europa. Um junho deste mesmo ano, ele já estava viajando para os EUA. Uma curiosidade é que em seu tour pelos EUA uma das dançarinas que o acompanhou era a nossa queridíssima Madonna.


Nos Anos 70

Entre os anos 1980´s e 1990´s, Patrick aparece participando de algumas músicas em álbuns de alguns amigos. Em 1987 foi lançado um Remix de Born to Be Alive para as pistas de dança.
Em 1995 foi lançado uma compilação dos sucessos de Hernandez nos EUA, chamado The Best Of Patrick Hernandez pela Hot Records.

Desde que “Born to be Alive” foi lançada em 1978, já foram vendidas mais de 800.000 unidades da música, incluindo várias versões, pelo mundo todo. Estas vendas representam mais de 25 Milhões de Dólares.

Em 2008 se envolveu no projeto de Plastic Bertrand, um dos grandes nomes da Disco e New Wave Belga dos anos 80, que até se arriscou no EBM e New Beat, sendo, juntamente com o Telex, uma das principais influências para bandas como Front, A Split Second, etc, afinal já começou seus experimentos eletrônicos em Bruxelas no final dos anos 70. Excursionou por toda a Europa, com maior ênfase na Bélgica e na França.

Em 2009 o projeto ganhou corpo, organizaram uma mega turnê ao lado de outros ícones da Disco Music como Village People, Santa Esmeralda, Otawan, Weather Girls, etc. A turnê durou mais de 6 meses em toda a Europa. Desde essa época está mais dedicado à família. Patrick é casado com a cantora Luíza Fernandez, que interpreta em seus discos vários Clássicos, assim como “Lay Love On You”, “Disco Boy” and “Spanish Dancer”, entre outros.

Paully
06/12/2010



s